Clínicas Dentárias Londrina, Paraná

Encontre Clínicas Dentárias em Londrina. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região,aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

José Luiz Baraldi
(66) 3498-1303
Av Cuiabá 156
Londrina, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Dr Edmilson Kaneshima e Dr Renan Kaneshima
(43) 3323-1293
Rua Cambará, 562
Londrina, Paraná
 
Josiane Bosa
(41) 3249-1088
Rua Cidade Laguna 583
Cambe, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Mônica Duarte Lopes Buzzata
(43) 3154-5656
Rua Pres Epitácio Pessoa 95 Lj 01
Cambe, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Renato Rocco
(21) 3342-5036
Est Bandeirantes 25 sb
Cambe, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Joaquim Nogueira Pacheco
(32) 3441-5318
Rua José Peres 46 s 105
Londrina, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Oswaldo Neves
(21) 2665-3513
Rua Nilópolis 489
Londrina, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Fernanda Augusta de Souza Lopes
(31) 3433-1020
Rua Antônio Bandeira 1020
Cambe, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Fabiano Batistelli
(49) 3567-3334
Rua Herculano Coelho Souza 727 s 301
Cambe, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Geania Conte de Jesus
(27) 3241-4146
Av Brasil 980 lj 6
Cambe, Paraná
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínicas Dentárias

Características dos dentes

Os dentes são estruturas duras, calcificadas, presas aos maxilares superior e inferior, cuja atividade principal é a mastigação. Estão implicados, de forma direta, na articulação das linguagens. Os nervos sensitivos e os vasos sanguíneos do centro de qualquer dente estão protegidos por várias camadas de tecido. A mais externa, o esmalte, é a substância mais dura. Sob o esmalte, circulando a polpa, da coroa até a raiz, está situada uma camada de substância óssea chamada dentina. A cavidade polpar é ocupada pela polpa dental, um tecido conjuntivo frouxo, ricamente vascularizado e inervado.
Um tecido duro chamado cemento separa a raiz do ligamento peridental, que prende a raiz e liga o dente à gengiva e à mandíbula, na estrutura e composição química assemelha-se ao osso; dispõe-se como uma fina camada sobre as raízes dos dentes. Através de um orifício aberto na extremidade da raiz, penetram vasos sanguíneos, nervos e tecido conjuntivo.

Doença das Gengivas

A Doença das Gengivas ou Doença Periodontal se inicia da mesma forma que a cárie, ou seja, com a formação da placa bacteriana. A placa bacteriana fica aderida ao dente e ataca as gengivas, provocando inflamação. Então, a gengiva fica bastante vermelha, inchada e pode sangrar. É a chamada Gengivite.
Atenção: A gengivite pode ser resolvida, em muitos casos, através de uma escovação correta e do uso do fio dental. A partir do aparecimento de cálculo, a Doença Periodontal deve ser tratada pelo dentista, que deve ser procurado também caso haja alguma região da gengiva que apresente sangramento com freqüência, apesar de uma boa escovação.

Tipos de dentes

Em sua primeira dentição, o ser humano tem 20 peças que recebem o nome de dentes de leite. À medida que os maxilares crescem, estes dentes são substituídos por outros 32 do tipo permanente. As coroas dos dentes permanentes são de três tipos: os incisivos, os caninos ou presas e os molares. Os incisivos tem a forma de cinzel para facilitar o corte do alimento. Atrás dele, há três peças dentais usadas para rasgar. A primeira tem uma única cúspide pontiaguda. Em seguida, há dois dentes chamados pré-molares, cada um com duas cúspides. Atrás ficam os molares, que tem uma superfície de mastigação relativamente plana, o que permite triturar e moer os alimentos.
Doença ...

Clique aqui para ler este artigo em RIUS

webdesigner